Dronegócios

Pré-Lançamento: chega ao mercado o novo drone Spirit Aircraft. Confira!

Postado em Tecnologia

Aeronave será destaque no Dronegócios Meeting Curitiba e no DroneShow 2018

Chega ao mercado - em estágio de pré-lançamento - o novo drone Spirit Aircraft, uma aeronave remotamente pilotada (RPAS) de asas fixas com um conceito inovador na composição dos seus materiais de construção, em plástico corrugado de polipropileno, 100% reciclável e reutilizável, também conhecido como Poliondas.

Este material destaca-se por características como resistência, leveza, impermeabilidade e flexibilidade. A aeronave é fabricada utilizando-se de modernas tecnologias e materiais, estrutura cortada a laser, partes em extrusão de impressão 3D, combinando plástico, estrutura em madeira e partes em fibra de carbono.

Uma característica que se destaca no projeto é a asa bipartida, acomodando a aeronave em um “case” pequeno e leve, para fácil transporte, no mesmo material usado na produção do RPAS (plástico Poliondas, reforçado em estrutura de cantoneiras de alumínio).

O conceito do desenvolvimento visa entregar ao mercado um RPAS com excelente custo-benefício sem comprometer a sua performance, leveza e resistência. Embarcada com eletrônica do tipo Ardupilot, é uma aeronave modular que pode ser configurada em diferentes versões, compatíveis com a sua aplicação. 

O Spirit embarca desde os sensores mais simples - como câmeras RGB de 10 megapixels, visando uma alternativa para atender um mercado em plena expansão a preços acessíveis, entregando um bom resultado final - quanto sensores mais robustos - com 20 megapixel - ou ainda multiespectrais.

O projeto em constante evolução, em fase experimental, em breve será incorporado com tecnologias de última geração também no que tange ao desenvolvimento de softwares que serão incorporados na plataforma, sejam para o planejamento de voo, de forma fácil e segura, descomplicando a vida do usuário, como também para o processamento de imagens. 

Recentes parcerias estabelecidas com novos fornecedores fora do Brasil prometem muitas novidades a curto e médio prazo. A meta é apresentar estas novas tecnologias na DroneShow 2018 em São Paulo.

O lançamento (decolagem) de forma autônoma, hoje é realizado através de um sistema de catapulta, porém, já encontra-se em fase de testes o lançamento manual, tornando-se um facilitador para decolagens em áreas com pouco espaço de pista. Segundo os desenvolvedores, "o objetivo é viabilizar agilidade no trabalho de campo, descomplicar a vida do usuário, tornando tudo mais fácil e seguro".

A aeronave traz um radiocontrole que acompanha o seu visual, com suporte para tablets e smartphones, sistema touch-screen, telemetria, tecnologia I-BUS e S-BUS, 10 canais, projetado para drones, facilitando comandos para os modos de voo Automático, Estabilizado e Manual, com excelente ergonomia. 

Ainda segundo os desenvolvedores, "o Spirit entrega telemetria para longo alcance e tudo isso sem causar impacto no preço da aeronave, pois o objetivo é buscar alta tecnologia, alta performance e baixo custo".

Para conhecer o Spirit, um protótipo já em operação estará em exposição no Dronegócios Meeting Curitiba, nos dias 6 e 7 de dezembro na sede da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP).

Compartilhar

MaisNotícias




ENCONTRE O QUE PRECISA